NDF - Non-Deliverable Forward

O NDF é um contrato a termo negociado diretamente com banco, ou seja, não é negociado em bolsa de valores, mas sim no mercado de balcão.

Na bolsa existem contratos de dólar futuro que você pode comprar através de um banco ou corretora, contudo, não podes comprar qualquer valor, pois os contratos são definidos em USD 50.000,00 cada um, ou seja, se  pretendes fazer um hedge de USD 125.000,00, ou compra dois contratos, ou três, ficando exposto USD 25.000,00.

Desta maneira, o NDF é um dos derivativos mais utilizados pelas empresas atualmente, pela mobilidade que o contrato oferece (qualquer valor, qualquer vencimento e sem a necessidade de caixa).

Non-Deliverable Forward significa Contrato a termo sem entrega física de moeda. 

Resumidamente o cálculo de uma taxa NDF é Taxa de câmbio à Vista + Rendimento em juros do mercado brasileiro - Dívida em Dólar em cupom cambial. Acrescidos os custos do banqueiro, claro. 

Como um contrato de NDF funciona?

Exemplo:

Uma operação de NDF sempre começa pela definição do valor e o prazo que o exportador ou importador deseja fazer o hedge. O valor de um contrato de NDF é chamado de Nocional. É apenas nocional por ser um contrato sem entrega física.

Supondo-se que um importador decidiu comprar uma máquina de costura dos Estados Unidos.

Em breve estaremos lançando um curso on-line exclusivo sobre como contratar NDF! Deixe seu contato caso deseje receber informações adicionais sobre o curso.

O que será abordado:

+ Construção prática de planilha para cálculo de NDF de Compra e de Venda (para importação e exportação respectivamente);

+ Como contratar a operação de NDF com um banco;

+ O que se atentar quanto à operação de NDF para que o hedge funcione o mais perfeito possível;

+ Curso focado na prática financeira da operação, afim de otimizar o tempo do participante ao contratar uma operação;

+ O curso não inclui questões de impostos e jurídicas.

Eu gostaria de ser informado(a) quando ocorrer o lançamento do Curso Prático de NDF

O custo da máquina é de USD 50.000,00. Como o pedido foi realizado hoje, quando o câmbio estava R$ 4,50 por dólar, o custo da máquina atual seria de R$ 225.000,00.

Porém, até a fabricação, despacho do equipamento e considerando o prazo de pegamento que o importador conseguiu, o pagamento levará o prazo de 60 dias. E desta maneira, o importador ficará dois meses exposto a variação cambial do mercado. O que afeta diretamente o bolso do comprador.

Note que estamos tratando de uma dívida em dólar, pois o importador precisará pagar o fornecedor. Portanto, entendemos que no Balanço temos:

Agora, vislumbrando que uma crise poderá causar estresse no mercado e o câmbio poderá subir, o importador decide contratar uma NDF de compra de dólar como hedge para evitar possíveis perdas com a variação cambial, pois se o câmbio for a R$ 6,00 por exemplo, o custo da máquina sobe para R$ 600.000,00.

A NDF será de compra de dólar porque em 60 dias o importador precisará comprar USD 50.000,00 para enviar ao seu fornecedor nos EUA como pagamento.

Considerando a taxa à vista atual de R$ 4,50, o banco informa ao importador que a taxa a termo do NDF para vencimento em 60 dias é R$ 4,70. A taxa a termo será mais cara do que a vista por conta dos juros no Brasil, do cupom cambial e custo do banco.

Este contrato determina que se o câmbio subir mais do que R$ 4,70, o banco paga a diferença para o importador. E se o câmbio cair mais do que R$ 4,70, o importador paga a diferença para o banco.

Como o contrato é de compra, agora já temos o ativo em dólar para o hedge.

A situação de nosso exemplo é:

Contrato de Hedge: NDF de compra.

Valor Nocional: USD 50.000,00.

Prazo: 60 dias.

Taxa Futura da NDF: USDBRL 4,70.

Risco a proteger: Alta do Dólar.


Cenário 1

Imaginando que após 60 dias o câmbio está R$ 5,50, e o importador possui o contrato de NDF de compra como hedge:

USD 50.000,00 x R$ 5,50 = R$ 275.000,00 (Câmbio no vencimento.

USD 50.000,00 x R$ 4,70 = R$ 235.000,00 (Contrato de NDF de Compra).

                          Diferença = R$ 40.000,00 Este valor será recebido pelo importador.

Simplesmente este valor será pago pelo banco para o importador, pois o importador travou a compra do dólar à R$ 4,70 há 60 dias atrás. 

Lembrando que sobre este valor será deduzido ainda a alíquota de 0,005% de Imposto de Renda retido na fonte.

R$ 40.000,00 x 0,005% = R$ 2,00 (IR deduzido).

R$ 9.000,00 - R$ 2,00 = R$ 39.998,00 (crédito líquido na conta corrente).

Este resultado é usualmente chamado de ajuste. Toda vez que o ajuste for positivo, será debitado 0,005% de IR na fonte.

Além disso, deve-se recolher 15% de IR sobre a soma de todos os ajustes dos NDF's que houveram durante o mês. Este pagamento deve ser feito até o último dia útil do mês seguinte. O recolhimento será feito somente caso a soma de todos os ajustes seja positivo. Base legal: lei 11.033/2004 Art. 2º. Contudo, consulte um contador para lhe auxiliar com a apuração. Nós do Câmbio Sem Segredos não fornecemos orientação sobre impostos.

Lembrando que o pagamento da máquina ainda não foi realizado, e o importador precisará comprar os dólares e pagar o fornecedor pelos trâmites normais de uma importação no mesmo dia da marcação da NDF.

Neste procedimento do fechamento de câmbio da importação o câmbio deverá ser de R$ 5,50 por dólar, pois é a cotação à vista próxima à liquidação da NDF. Neste caso, a importação custará R$ 275.0000,00 (débito na conta corrente do importador).

Neste momento você deve estar se perguntando para quê então serviu o hedge contratado. Bem, considerando o crédito na conta corrente do ajuste de R$ 40.000,00 com o contrato de NDF de compra, podemos entender que o custo total da máquina será na verdade de R$ 235.000,00, que seria o custo da importação de R$ 275.000,00, menos o ajuste positivo de R$ 40.000,00 (-R$ 275.000,00 + R$ 40.000,00 = -R$ 235.000,00). Agora veja que se dividir o total líquido de R$ 235.000,00 por USD 50.000,00, teremos a cotação de R$ 4,70 por dólar, exatamente a taxa do hedge contratado inicialmente (taxa da NDF).


Cenário 2

Agora imaginando que após 60 dias o câmbio caiu e está R$ 4,00, e o importador possui o contrato de NDF de compra como hedge a mesma taxa do cenário 1 de 4,70, como seria o resultado:

USD 50.000,00 x R$ 4,00 = R$ 200.000,00 (Câmbio no vencimento).

USD 50.000,00 x R$ 4,70 = R$ 235.000,00 (Contrato de NDF de compra).

                         Diferença = (R$ 35.000,00) Este valor será pago pelo importador para o banco.

Nesta caso o ajuste da NDF será negativo de R$ 35.000,00 e o banco fará um débito na conta do importador.

Como o pagamento da máquina será realizado na mesma data, o importador precisará comprar os dólares e pagar o fornecedor pelos trâmites normais de uma importação.

Neste procedimento do fechamento de câmbio da importação o câmbio deverá ser de R$ 4,00 por dólar, pois é a cotação à vista próxima à liquidação da NDF. Neste caso, a importação custará R$ 200.0000,00 (débito na conta corrente do importador).
Considerando o débito na conta corrente do ajuste de R$ 35.000,00 com o contrato de NDF de compra, podemos entender que o custo total da máquina será de R$ 235.000,00, que seria o custo da importação de R$ 200.000,00, mais o ajuste negativo de R$ 35.000,00 (-R$ 200.000,00 - R$ 35.000,00 = -R$ 235.000,00). Agora veja que se dividir o total líquido de R$ 235.000,00 por USD 50.000,00, teremos a cotação de R$ 4,70 por dólar, exatamente a taxa do hedge contratado inicialmente (taxa da NDF)..

Como não houve qualquer ajuste positivo na conta da empresa, não haverá qualquer imposto.


Conclusão

Veja que o hedge por meio do contrato de NDF protegeu qualquer variação cambial do dólar, cumprindo com seu papel.

Seja na alta ou na queda do câmbio. Caso deseje contratar um instrumento de hedge apenas para a alta do câmbio, consulte as opções.

Interaja-se:

Você é:






Conseguimos lhe ajudar com o que procurava sobre NDF?